• Blog
  • Alternativas para construir a casa dos sonhos gastando pouco

Alternativas para construir a casa dos sonhos gastando pouco

Alternativas para construir a casa dos sonhos gastando pouco

Alternativas para construir a casa dos sonhos gastando pouco

Atire a primeira pedra quem não gostaria de morar na casa dos seus sonhos! Ter um lar que ofereça conforto, além de beleza e boa decoração é o sonho de todo mundo, não é? Porém, é comum que, quando começamos a pensar em como seria a casa dos nossos sonhos, bata a sensação de que os custos exigidos para uma construção desse tipo são muito altos.

No entanto, saiba que é possível erguer uma casa com excelente qualidade economizando e gastando menos! A gente vai mostrar que com algumas adaptações ou apenas pelo fato de estar informado sobre alternativas mais rentáveis, já é possível construir com mais economia, o que, consequentemente, pode te ajudar a construir do jeito que você sempre sonhou.

  1. Contrato fechado

Um costume muito arraigado entre os trabalhadores da construção civil é o de pegar trabalhos por hora ou por dia trabalhados, o que pode fazer com que o custo da obra aumente em caso de atrasos. Por isso, o mais prudente a fazer é dar preferência aos profissionais que aceitem fechar um contrato.

Essa opção é muito útil tanto para o contratante, como para o pedreiro contratado, uma vez que ambas as partes ficam resguardadas em caso de descumprimento, além de estabelecer um teto de custos e tempo mais confiável para quem está bancando a obra.

  1. Pré-planeje

Contratar um profissional especializado para pensar, desenhar e projetar todos os detalhes da casa dos seus sonhos pode sair bastante caro, por isso, uma opção a qual muitas pessoas recorrem é o pré-projeto ou às plantas pré-planejadas.

Muitas empresas de construção possuem modelos de plantas entre os quais você pode escolher ou fazer pequenas alterações e pode ser que, ao ver os modelos, você perceba que eles atendem perfeitamente às suas necessidades ou da sua família. Encontre a planta pré-planejada que mais se pareça com o que você procura e você já vai ter economizado um bom dinheiro!

  1. Terreno é fundamental

A escolha do terreno é fundamental para que você racionalize os custos de uma construção. Lotes com preço muito abaixo do mercado podem mascarar problemas estruturais, vulnerabilidade a enchentes ou a deslizamentos ou problemas legais dos mais variados tipos, como, por exemplo, estar localizado em uma área de proteção ambiental.

Portanto, procure por empresas e entidades idôneas na hora de comprar o seu lote e procure por todas as documentações necessárias para se certificar da legalidade do seu terreno. Além de poupar aborrecimentos, certamente essas medidas vão te ajudar a não levar prejuízos.

  1. Racionalize os materiais

A chave aqui é economizar nos materiais, mas sem comprometer a qualidade da construção. Por exemplo: você pode optar pelo concreto polido – que antigamente estava restrito aos ambientes industriais – para revestir o piso da sua casa. Acredite, hoje, ele está presente mesmo em projetos sofisticados e tem como característica seu preço muito mais acessível.

Outra opção de acabamento barata e muito versátil é o microcimento, um revestimento que pode ser aplicado em diferentes cores e que é muito durável. Você também pode se adaptar a algumas situações, como por exemplo, deixar o tijolo de alguma das suas paredes exposto, o que confere um ar rústico e despojado ao mesmo tempo em que você economiza com o revestimento.

O que precisa ficar claro é que, em nenhum momento, essa economia deve ser feita no sentido de escolher materiais de menor qualidade, mas sim de utilizar uma matéria-prima de excelência de forma inteligente.

  1. Acompanhe de perto

Construir é uma atividade cheia de detalhes, como poucas são na vida. Caso você não tenha experiência, vai descobrir rapidamente as complexidades que se apresentam ao longo de uma obra e como surgem gastos que nem em sonho estavam previstos e que sempre aparecem no decorrer da construção. Por isso, é fundamental que você esteja próximo à sua obra.

Na eventualidade de você ser um construtor de primeira viagem, não se envergonhe em pedir ajuda. Pai, tio, irmão, amigos: converse com alguém que já tenha passado por essa experiência e peça a companhia deles para vistoriar e negociar os imprevistos com a equipe de pedreiros e demais fornecedores.

E lembre-se: algumas opções podem parecer mais trabalhosas, mas vão te render uma grande economia, como, por exemplo, pintar a sua própria casa. Com a ajuda da sua família e amigos, o serviço pode ser concluído em um fim de semana e você se livra da contratação de um pintor ou de uma empresa especializada!

Gostou das dicas? Na CBL você pode ter acesso a plantas pré-planejadas! Conheça o CBL Facilita e veja as condições para a sua participação!

Tags:,

Deixe um comentário