• Blog
  • Que tal uma hortoterapia com composteira caseira?

Que tal uma hortoterapia com composteira caseira?

Que tal uma hortoterapia com composteira caseira?

Que tal uma hortoterapia com composteira caseira?

Quem tem casa, quer quintal! Ou pelo menos a maioria quer, né? E se tem quintal, é tudo de bom ter horta para ter ervinhas e legumes orgânicos colhidos na hora. E pode ter benefício duplo: tem muita gente que cultiva uma boa hortinha e faz disso uma terapia.

E se tem quintal e tem horta, uma excelente dica é produzir seu próprio adubo orgânico . É fácil, barato, ambientalmente correto porque utiliza seu resíduo orgânico – evitando que ele agrave o problema do lixo no planeta -, e dizem que também tem um ótimo efeito terapêutico, pois cria uma relação saudável com a natureza.

A compostagem orgânica pode ser feita até em pequenos ambientes, com caixas plásticas organizadoras. É um processo natural de transformação de matéria orgânica em nutrientes para as plantas.

Você precisa de três caixas plásticas, minhocas e terra. Você vai colocar as caixas empilhadas, sendo as duas de cima, com furos no fundo, destinadas a colocar a minhoca, a terra, esterco ou húmus e o lixo orgânico como cascas de frutas e legumes, e última caixa irá coletar o chorume (adubo líquido). O ideal é colocar em um local ventilado e que receba algumas horas de sol.

As minhocas, especialmente as californianas, se alimentam dos resíduos e transforma em adubo, e o chorume que cai na última caixa é um bom pesticida natural.

O processo é simples mesmo! E para não ter dúvida na hora de montar a sua comosteira, separamos três links que podem te ajudar:

1 – No canal Rio Grande Rural tem um vídeo com explicações da Emater

2 – Esse vídeo do canal da Revista Época também ajuda muito! Nele a herborista Sabrina Jeha mostra como usar resíduos orgânicos de casa para fazer adubo:

3 –  No “Assim Que Faz” tem dicas de como escolher o recipiente perfeito para a sua composteira:

Você sabia?

Se todo o resíduo orgânico produzido no Brasil fosse tratado com compostagem teríamos mais de 35 toneladas de húmus ao ano e isso ajudaria a reduzir as emissões de metano, os espaços ocupados em lixões e a poluição do solo, da água e do ar.

Deixe um comentário