Corretor Online

CBLog

Como escolher um lote ideal?

A escolha do lote é o primeiro passo para a realização do sonho de construir a casa própria, construir um comércio, ter uma área de lazer para família entre tantas outras possibilidades. Eleger um bom terreno que vai atender as necessidades do comprador é a tarefa mais importante nesse processo e costuma ser desafiadora, pois envolve particularidades como o planejamento da família, o projeto de arquitetura e as prioridades que serão levadas em conta no futuro.

 

Antes de iniciar qualquer planejamento para compra de um lote é preciso ter em mente em que se vai investir. Nossa arquiteta Larissa Villaschi, comenta sobre o que deve ser considerado no início do negócio: “antes de a pessoa adquirir um terreno ela precisa avaliar o tamanho do projeto de construção que ela quer executar. Precisa levar em conta a legislação válida sobre a região do lote, coeficiente de aproveitamento do terreno e afastamentos mínimos que a prefeitura do município onde o loteamento está instalado, determina previamente”.

 

Os aspectos físicos do lote também devem ser muito bem avaliados: a topografia, localização, benefícios como rede de água, luz e esgoto instalados são características importantes que agregam valor ao seu terreno e devem consideradas.

 

A regularização desse empreendimento nos órgãos competentes também vai te garantir fazer sua construção em um local onde existe uma urbanização ordenada. Anote aí as 4 dicas que separamos para você escolher um lote ideal:

 

1. Projeto da casa: esse é o pontapé inicial que vai detalhar quais são as suas necessidades em relação ao tamanho do lote. Pensar na planta da casa de acordo com o que a família precisa vai te ajudar a definir questões como: quantidade de quartos, banheiros, sala, cozinha, pavimentos, varanda, área de lazer e garagem. Que são fatores essenciais para definir o tamanho do lote que deverá sem procurado.

 

2. Verifique toda a documentação: muita gente acaba não ligando para essa parte que é fundamental para evitar dor de cabeça. Loteamentos com documentação e registros atualizados em cartórios e nos órgãos responsáveis como prefeitura, Incra, Idaf e Iphan, por exemplo tem a garantir de estar localizado em uma região onde o desenvolvimento urbano é pensado em conjunto com o meio ambiente e mobilidade urbana.

 

3. Conheça a topografia do lote e a região que ele está localizado: fundamental esse estudo do solo para assegurar um conhecimento maior de aproveitamento das melhores características do seu lote. A região onde o lote se encontra também é um fator importante para a valorização, pois define questões de infraestrutura básica do bairro onde você vai construir como: comércio, transporte, lazer e serviços.

 

4. Atenção para o contrato de compra e venda: esse documento será a segurança de suas garantias na negociação do lote. Se o vendedor não te oferecer essa ferramenta durante o relacionamento, cuidado pois você pode estar correndo riscos. O contrato detalhará questões básicas como dados sobre o vendedor e adquirente, objeto que está sendo negociado e suas características, datas e prazos, condições de pagamento e multas pelo não cumprimento de algo que foi acordado.

 

 

Leia Também

Aluguel Nunca Mais: 5 Dicas do Especialista!

Aluguel Nunca Mais: 5 Dicas do Especialista!

Em todo final de ano, a maioria das pessoas fazem metas para serem alcançadas no novo ano que se aproxima. Cremos que o ano de […]

Leia Agora
Qual seu perfil para realizar o sonho da casa própria?

Qual seu perfil para realizar o sonho da casa própria?

Todo mundo sonha em ter a casa própria, um cantinho só seu, com a sua cara. Ao mesmo tempo esse sonho demanda verba, planejamento e […]

Leia Agora
A importância da casa própria para um autônomo

A importância da casa própria para um autônomo

Todo trabalhador formal sonha em ter a casa própria. Imagina quem é autônomo! Esse profissional, não trabalha de carteira assinada, nem sempre tem uma renda […]

Leia Agora